Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Menu

Plataformas de vendas de ingressos para shows devem estar ligadas ao Conecte Sus e à prefeitura, diz Colbert após liberação

Além de limitada a mil pessoas, a presença do público nos eventos está condicionada à vacinação contra a covid-19.
14/09/2021 10h36
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Laiane Cruz

Após liberar por meio de decreto municipal a realização de eventos com até mil pessoas, também com vendas de ingressos, o prefeito de Feira de Santana reforçou, em entrevista ao Acorda Cidade, na manhã desta terça-feira (14), que os produtores culturais devem se empenhar para colaborar com a fiscalização e obedecer às normas.

Além de limitada a mil pessoas, a presença do público nos eventos está condicionada à vacinação contra a covid-19, com a primeira e/ou segunda dose ou dose única. A imunização pode ser comprovada mediante cartão de vacinação ou certificado obtido através do Conecte SUS.

No caso de shows, por exemplo, a compra dos ingressos deve ser feita por meio de uma plataforma, que deve estar ligada ao sistema do Conecte Sus ou ao site da própria prefeitura de Feira de Santana, que fará a atualização automática da situação vacinal dos participantes.

“Nesse momento é preciso haver participação dos organizadores. Na hora que a pessoa for fazer a compra do ingresso, na hora que ela colocar o CPF, vai estar ligado ao Conecte Sus, e já vamos saber se a pessoa foi vacinada ou não. É até um estímulo à vacinação. Esse controle vai ser repassado para a prefeitura, para na hipótese de acontecer qualquer tipo de contaminação, a gente ir buscar essas pessoas para poder fazer o bloqueio vacinal, porque nesse momento podem acontecer novos casos e a gente tem que estar com a relação na mão e a certeza que a pessoa foi vacinada. Mesmo com as pessoas vacinadas estão acontecendo reedição de novos casos. Portanto, o que nós queremos agora é acompanhar isso e essa ajuda que tem que ser dada pelos produtores culturais, que vão dizer a lista de pessoas, com CPF, endereço, e a gente vai atrás com a Vigilância Epidemiológica(Viep), se for necessário para localizar”, informou o prefeito.

Colbert Martins esclareceu ainda que em alguns casos o Conecte Sus está demorando a fazer a atualização, porém a prefeitura já está elaborando uma forma de também prestar essas informações.

“A gente quer ter os dados da prefeitura mais rápidos, porque a gente não vai concorrer com o Conecte Sus, que é de Brasília. Mas temos aqui a condição do link acontecer também pra gente chegar às informações. Não é a questão apenas de uma imposição, é uma necessidade”, reafirmou. 

Leia também: 

Eventos com até mil pessoas e com venda de ingressos estão autorizados em Feira de Santana

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Desenvolvido por Tacitus Tecnologia