Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Menu

José Carlos Pitangueira completa 7 anos na direção do Clériston Andrade, com reconhecimento de boa gestão

Entre as conquistas alcançadas durante esses anos, o diretor destaca a criação do serviço de endoscopia com CPRE, crescimento do centro cirúrgico, transformação da emergência na maior do interior do estado e a entrega do Hospital Geral Clériston Andrade II.
29/06/2020 19h11
Foto: Cristiane Melo l José Carlos Pitangueira
Foto: Cristiane Melo l José Carlos Pitangueira

Há sete anos, o cirurgião dentista José Carlos Pitangueira chegou a Feira de Santana para assumir a direção do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA). Hoje, a equipe costuma dizer que há HGCA antes e depois dele. O elogio não é casual. Como veículo de comunicação, o Acorda Cidade acompanha muitas das diversas demandas de saúde que chegam para a unidade e reconhece o empenho da gestão em atender. Nem sempre a vaga está disponível e o atendimento é feito a quem procura por ela, mas, nesses casos, pelo menos é possível ver as tentativas e receber as respostas que a população tem direito, seja através da imprensa ou não. Entre as conquistas alcançadas durante esses anos, o diretor destaca, orgulhoso, a criação, junto com a equipe médica, do serviço de endoscopia com CPRE (1º do interior da Bahia), crescimento do centro cirúrgico, transformação da emergência na maior do interior do estado e a entrega do Hospital Geral Clériston Andrade II, prevista para acontecer até dia 10 de julho. Com 47 anos de atuação na saúde, Pitangueira diz que sempre foi chegado a um desafio e o convite para gerir o Clériston o animou por isso. “Foi uma satisfação muito grande, quando fui convidado para para abraçar a população da Princesa do Sertão e me sinto satisfeito. Hoje, tenho necessidade de dizer que sou feirense. Recebi o Título da Câmara de Vereadores e me sinto agraciado por poder estar nesses 7 anos ajudando a população, junto com os guerreiros do Clériston Andrade”, frisou. E acrescentou: “É um sucesso muito grande dizer que por todo lugar que passei ajudei. Fiz isso junto com os guerreiros do Hospital Roberto Santos, Ana Nery, o de Camaçari e agora os super guerreiros do Clériston Andrade. Porque aguentar esse coronavírus com a participação direta de todos os funcionários abraçando a saúde de Feira de Santana é o que é o sucesso da administração”. (Orisa Gomes, com informações do repórter Aldo Matos)

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Desenvolvido por Tacitus Tecnologia