Menu

Faculdade Nobre lança Ambulatório de Autismo Maria Theresa

A expectativa é de atender, até o final do ano, 200 crianças portadoras do TEA, tanto em atendimentos individualizados, quanto através das atividades em grupos com adolescentes.
04/04/2019 14h47
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Acorda Cidade

Com o objetivo de oferecer serviços como atendimento nutricional, acompanhamento psicológico, cursos, oficinas e palestras, além de avaliações multiprofissionais, a Faculdade Nobre lança na próxima sexta-feira (5), o Ambulatório de Autismo Maria Theresa.

O novo Projeto de Extensão, idealizado pelo curso de Nutrição em parceria com Psicologia, e que até o fim do ano pretende englobar também os cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Direito e Biomedicina visa atender crianças e adolescentes que possuem Transtorno do Espectro Autista (TEA) de forma multiprofissional.

De acordo com o censo realizado pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana em 2016, foram identificadas 736 pessoas portadoras do Transtorno do Espectro Autista na cidade. O Ambulatório Maria Thereza, então, será mais um instrumento de atenção às pessoas portadoras do TEA.

Os atendimentos serão iniciados no mês de maio, todas as sextas-feiras, das 8 às 11h. Até lá serão realizados treinamentos e capacitações com os alunos e profissionais da FAN que irão atuar no local. Os agendamentos estarão disponíveis na Clinfan, localizada ao lado da Faculdade Nobre, a partir de maio. A expectativa é de atender, até o final do ano, 200 crianças portadoras do TEA, tanto em atendimentos individualizados, quanto através das atividades em grupos com adolescentes.

O Ambulatório de Autismo Maria Theresa conta com apoio da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Feira de Santana; e da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), que desenvolverá algumas linhas de pesquisa nessa área com o auxílio da instituição.

Maria Theresa

O nome que batiza o Ambulatório tem um significado bastante especial. Maria Theresa é como se chama a filha de uma das alunas idealizadoras do projeto, graduanda do curso de Nutrição da Faculdade Nobre.

A coordenadora do Ambulatório, Roberta Barone, conta que o projeto foi construído tanto pela direção, quanto pelos alunos, que têm um papel ativo na idealização do Ambulatório. Segundo a professora e também coordenadora do curso de Nutrição da FAN, o Maria Theresa não só visa o atendimento gratuito à população, mas objetiva também reafirmar o compromisso da faculdade com a sociedade: “A ideia é que a gente possa auxiliar, já que muitas famílias não encontram atendimento nutricional especializado, nem acompanhamento psicológico, tampouco orientações jurídicas. Esperamos fazer a diferença para as crianças e adolescentes com diagnóstico do Transtorno Espectro Autista da cidade de Feira de Santana e região”, declara professora.

Maiores informações: (75)2102-9160 ou através do Instagram @nutricaofan. 

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Desenvolvido por Tacitus Tecnologia