Menu

Preso acusado de matar garota por não aceitar namoro

Ele foi preso no último final de semana por policiais militares, por prática de roubo.
12/02/2019 08h23
Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

Acorda Cidade

Gleisson Fraga dos Santos, morador no bairro Ponto Central, em Feira de Santana, foi preso no último final de semana por policiais militares, por prática de roubo. Segundo o delgado Fabrício Linard, na delegacia constatou-se que Gleisson tinha mandado de prisão decretado pela Juíza Márcia Simões Costa, acusado de ter matado Tayna Caroline Batista Sampaio, 19 anos, no dia 22 de maio 2016, na Rua do Rosário, loteamento Parque Brasil, bairro Conceição.

“Ele já tinha um mandado de prisão preventiva da Delegacia de Homicídios, que representou junto a Vara do Júri em decorrência da morte da Caroline. Prepostos da Polícia Militar prenderem o mesmo em flagrante por roubo. Ele foi encaminhado para a audiência de custodia, verificamos que ele tinha esse mandado e demos imediato cumprimento”, destacou o delegado em entrevista ao Acorda Cidade.

Linard informou ainda que na delegacia Gleisson Fraga dos Santos disse que não sabia nada com relação a esse crime, mas que as investigações e o inquérito policial revelaram que a motivação do crime foi o fato da garota não querer namorar com ele.

“Foi um caso que repercutiu na época do crime, tudo que foi preciso foi feito pela DH e faltava apenas a prisão, que ocorreu agora, com a ajuda da Polícia Militar. Ele vai responder por roubo e pelo homicídio, acredito que recluso até o julgamento”, afirmou.

Leia também:
Garota de 19 anos é assassinada a tiros em Feira de Santana

Garota de 19 anos pode ter sido morta por rejeitar 'cantada' em festa, diz delegado

Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade 

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Desenvolvido por Tacitus Tecnologia