Menu

Homem preso por aliciar menores no WhatsApp é solto após pagar fiança

Ele foi encontrado após uma mãe descobrir o caso e continuar a conversa pelo celular de sua filha de 12 anos
13/09/2018 19h31
Foto: Divulgação/SSP-BA
Foto: Divulgação/SSP-BA

Acorda Cidade

Um homem de 30 anos preso pela Polícia Militar na cidade de Feira de Santana, suspeito de aliciar crianças pelo WhatsApp, foi solto após o pagamento de fiança. Ele foi detido na tarde de quarta-feira (12), foi autuado e liberado para responder ao crime em liberdade, ‘como determina o Código Penal’, conforme a PM.

A mãe da vítima, que mora na Cidade de Manaus, no estado do Amazonas, entrou em contato com os policiais, relatou o crime de pedofilia e denunciou o homem, que foi localizado pelos policiais.

A polícia informou que, na denúncia, a mãe afirmou que ele estava tentando aliciar a filha dela, menor de idade, e isso já perdurava cinco dias. Depois de tomar ciência do que estava acontecendo, se passou pela filha, usou uma foto falsa e continuou conversando com o homem, com o objetivo de tentar descobrir o nome verdadeiro e localização do mesmo.

Depois de muitas conversas e até um vídeo, onde o homem se masturbava, a mãe da garota solicitou que o acusado enviasse uma foto da rua onde morava.

Ao abrir a imagem, a vítima descobriu que o homem residia em Feira de Santana, ao observar que a placa de um carro estacionado na frente do imóvel era da cidade e, somando-se ao fato de que o prefixo do telefone dele tem DDD 75, a denunciante concluiu que ele residia em Feira. Em seguida, ela buscou através de contatos na cidade, um número que pudesse falar com a polícia e conseguiu o número do “Fale com a 65”. (Saiba mais aqui)

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Desenvolvido por Tacitus Tecnologia