Acorda Cidade - Versão Mobile

Comerciantes reclamam de trânsito lento na área de hortifruti do Centro de Abastecimento

Também nesta manhã, comerciantes reclamaram que o portão que dá acesso à Central de Abastecimento em Feira de Santana (Ceasa) demorou de ser aberto.
13/09/2017 10h41
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Rachel Pinto

Toda quarta-feira, o trânsito na área de hortifruti do Centro de Abastecimento em Feira de Santana fica lento e muitos comerciantes reclamam da dificuldade em estacionar e da demora em fazer suas compras. Essa situação acontece devido à vários caminhões de mercadorias que chegam de diversas cidades e estados e congestionam o trânsito no local.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Segundo o comerciante Roberto Alves, o volume de carros é tão grande que se expande pelas vias próximas ao entreposto comercial. Para ele, o trânsito no local é muito desorganizado e seria necessário intervenções da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT).

“Seria bom se tivessem agentes da SMT para organizar essa situação e permitissem que o trânsito ficasse mais livre”, afirmou.

Foto: Enviada via WhatsApp

Também nesta manhã, comerciantes reclamaram que o portão que dá acesso à Central de Abastecimento em Feira de Santana (Ceasa) demorou de ser aberto. Muitas pessoas chegaram às 4h30, mas só entraram às 6h, após a abertura do portão.

Eles observaram que esse atraso da abertura do portão também prejudica o trânsito e a realização de negócios com mais agilidade.

O Acorda Cidade tentou entrar em contato com a SMT, até o fechamento dessa reportagem, mas não conseguiu falar com o superintendente Maurício Carvalho.

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade.
 

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.