Acorda Cidade - Versão Mobile

Governo só aumentará impostos em último caso, diz Meirelles

Segundo ele, o governo espera que o crescimento econômico, em retomada, possa melhorar a arrecadação do país, sem que seja necessário, a princípio, aumentar impostos.
09/08/2017 09h11
Foto: Divulgação

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse ontem (8), em São Paulo, que o governo federal só aumentará impostos no país "em último caso". Segundo ele, o governo espera que o crescimento econômico, em retomada, possa melhorar a arrecadação do país, sem que seja necessário, a princípio, aumentar impostos."O fato concreto é que, sim, esperamos uma arrecadação forte no próximo ano e isso será o fator mais importante. A recuperação move o crescimento do país. Não é aumento de imposto; aumento de imposto só em último caso. Temos falado isso sistematicamente", disse o ministro.Mais cedo, o presidente Michel Temer admitiu que existem estudos sobre o aumento da alíquota do Imposto de Renda, mas disse que não há nada definido. "Há estudos, os mais variados estudos, estudos que se fazem rotineiramente. A todo o momento a Fazenda, o Planejamento, os setores da economia, fazem esses estudos. E este é um dos estudos que está sendo feito, mas nada decidido", disse Temer após participar da abertura do 27º Congresso Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).A jornalistas, após fazer palestra no Congresso da Fenabrave no final da tarde de hoje, o ministro confirmou que o aumento da alíquota do IR está em estudo pelo governo. Mas ressaltou que esse estudo sequer foi trazido para sua análise. As informações são da Agência Brasil. 

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.