Acorda Cidade - Versão Mobile

Vereadores discutem construção do Shopping Popular com artesãos do Centro de Abastecimento

José Carneiro sugeriu aos comerciantes pensarem em um outro local do Centro de Abastecimento para a construção do shopping.
04/08/2017 17h25
Foto: Alan Santos

Uma comissão formada por cinco vereadores se reuniu com artesãos do Centro de Abastecimento de Feira de Santana, para discutir a construção do Shopping Popular. O encontro, proposto pela Câmara Municipal, foi motivado pela insatisfação dos comerciantes do setor de artesanato, que terão o atual local de trabalho ocupado pelo novo empreendimento. O líder do governo José Carneiro (PSDB) e os colegas Roberto Tourinho (PV), Edvaldo Lima (PP), Alberto Nery (PT) e Gilmar Amorim (PSDC) ouviram o posicionamento dos comerciantes e Carneiro sugeriu a eles pensarem em um outro local do Centro de Abastecimento para a construção do shopping. A ideia é que junto com a comissão de vereadores eles apresentarem a sugestão ao governo municipal. Carneiro destacou ainda a importância do diálogo para tentar resolver a situação. Ele lembrou que quando o Feiraguay estava para ser construído foi bastante criticado, e hoje os comerciantes até agradecem pela transferência de local. “A gente acredita que se o governo municipal colocar um espaço digno para vocês trabalharem, vocês poderão ter um retorno até maior do que têm hoje”, afirmou. Já Tourinho esclareceu que vereadores não têm o poder de embargar esta obra e, segundo ele, o problema só pode ser resolvido por meios administrativos ou judiciais. Nery agradeceu aos colegas por terem atendido ao convite dele para conversar com os artesãos. Com informações de Alan Santos, da assessoria do vereador José Carneiro. 

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.