Acorda Cidade - Versão Mobile

Bases comunitárias arrecadam agasalhos para pessoas carentes

Para a capitã Eva Cachoeira, comandante da BCS da Chapada do Rio Vermelho, é importante que a campanha ganhe o apoio da população.
07/07/2017 14h35
Foto: Divulgação/ Polícia Militar

Acorda Cidade

Com o tema ‘Solidariedade é a melhor arma contra o frio’, as Bases Comunitárias de Segurança (BCS) da capital e do interior fizeram o lançamento, nesta quinta-feira (6), da ‘Campanha do Agasalho da PMBA’. O objetivo é arrecadar cobertores, agasalhos e outras peças de roupas para serem distribuídos para pessoas de baixa renda e moradores de rua das regiões onde as unidades de segurança estão instaladas.

“Quem quiser doar pode entrar em contato com qualquer uma das bases. Para as pessoas que tiveram dificuldade de transporte, podemos ir ao local e recolher as doações. Nosso objetivo é realizar varais solidários em todas as comunidades onde existem bases de segurança instaladas, levando essas peças para quem mais precisa. A distribuição é bastante democrática; as pessoas pegam exatamente o que elas precisam”, explica a capitã Camila Soledade, comandante da BCS do Rio Sena.

Para a capitã Eva Cachoeira, comandante da BCS da Chapada do Rio Vermelho, é importante que a campanha ganhe o apoio da população. “Nesse período de frio e chuva, é muito importante levar essa ação solidária para pessoas em situação de rua. Quem pode doar, por favor, entre em contato. Aquele casaco no canto do armário e aquele edredom sem uso podem fazer uma grande diferença para essas pessoas”, afirma a capitã Eva.

Atuação

As Bases Comunitárias de Segurança são pontos de gerenciamento da operacionalidade policial, com foco na prevenção e o objetivo de conferir segurança às comunidades. No entorno das bases são realizadas diversas ações direcionadas à comunidade. A filosofia de atuação é o policiamento comunitário, que busca promover a convivência pacífica em localidades identificadas como críticas e melhorar a integração das instituições de segurança pública com a comunidade local, além de reduzir os índices de violência e criminalidade.

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.