Acorda Cidade - Versão Mobile

Polícia apreende mais de uma tonelada de carne imprópria para consumo em Salvador

A ação conjunta da Decon, Procon, Visa e Ministério da Agricultura, aconteceu em dois frigorícios localizados nos bairros de Paripe e Calçada.
14/06/2017 10h04
Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Acorda Cidade

Mais de uma tonelada de carne bovina imprópria para o consumo foi apreendida, na segunda-feira (12), em dois frigoríficos localizados nos bairros de Paripe e Calçada, durante ação conjunta da Delegacia de Defesa do Consumidor (Decon), Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/Ba), Vigilância Sanitária do Município de Salvador (Visa) e Ministério da Agricultura.

Durante a ação foi constatado que o proprietário da empresa comercializava produtos de origem animal utilizando-se do Selo de Inspeção Federal (SIF) sem a fiscalização e a devida autorização do Ministério da Agricultura. Além disso, uma grande quantidade de mercadoria fora da validade e aparentando estar deteriorada também foi encontada.

Ele foi conduzido à Decon e autuado em flagrante por crime contra as relações de consumo, por comercializar produtos impróprios ao consumo e estelionato. Ele já foi encaminhado para audiência de custódia com o juiz, no Núcleo de Prisão em Flagrante da Justiça (NPF), na Avenida ACM.

A titular da Decon, delegada Idalina Otero, destacou que ações como essa contribuem para a melhoria do mercado de consumo e transmitem ao consumidor confiança no trabalho das instituições envolvidas. “Pretendemos realizar novas ações fiscalizatórias em conjunto com outros órgãos, a fim de garantir proteção ao consumidor”, declara a delegada.
 

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.