Acorda Cidade - Versão Mobile

Sequestrador 'colecionava' documentos das vítimas

Foram apreendidos diversos documentos de vítimas, colete balístico, munição, cartões de crédito, além de pulseiras e sacos usados para imobilizar e vendar as pessoas sequestradas.
10/06/2017 09h20
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Acorda Cidade

Duas passagens pela polícia por associação criminosa e receptação e autor de diversos sequestros relâmpagos em Salvador e na Região Metropolitana, Alexandre Soares Salvador, 28 anos, foi capturado, na tarde desta sexta-feira (9), por equipes da 11ª Delegacia Territorial (Tancredo Neves).

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Com ele, preso numa residência no bairro de Pirajá, foram apreendidos diversos documentos de vítimas, colete balístico, munição, cartões de crédito, além de pulseiras e sacos usados para imobilizar e vendar as pessoas sequestradas. A Polícia Civil apura agora se os dois veículos que estavam com ele foram roubados ou adulterados.

A investigação foi iniciada no dia 2 de maio, quando a polícia encontrou, no bairro de Tancredo Neves, o carro de uma mulher que sofrera um sequestro relâmpago, na Estrada do Coco. "Puxamos os extratos das compras realizadas no cartão da vítima e fomos até os locais. Após a identificação do autor, conseguimos os mandados de prisão e de busca e apreensão e cumprimos com êxito", explicou o delegado Ricardo Amorim, responsável pelo caso.

Ricardo informou ainda que Alexandre agia com, pelo menos, outros dois comparsas. "Estamos desenvolvendo ações de inteligência para identificar os demais integrantes da quadrilha”, revelou, acrescentando que, pelo volume de documentos, “já se tem uma noção da quantidade de pessoas atacadas por este criminoso".

As vítimas de Alexandre, que inicialmente será indiciado por extorsão mediante restrição da liberdade da vítima, devem procurar a 11ª DT para registrar queixa. 
 

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.