Acorda Cidade - Versão Mobile

Fui vice e não conspirei, diz Otto sobre declaração de Wagner

'Se o governador estiver forte, não há vice que derrube ele', complementou.
16/05/2017 11h28
Foto: Reprodução

O ex-ministro da Casa Civil, Jaques Wagner (PT), defendeu, no último final de semana, o fim do cargo de “vice” (Veja nota abaixo). ‘Vice-presidente, vice-governador e vice-prefeito só servem para tramar’, disse Wagner durante um evento na universidade de Oxford. Para o senador Otto Alencar (PSD), o desabafo do ex-governador foi ‘referência à provável conspiração que o Temer fez contra a Dilma’. “Eu, por exemplo, acho que não teve golpe. O golpe foi dado em Dilma contra Dilma porque errou muito politicamente, administrativamente e ela mesma construiu a situação que ela teve. Fechou os olhos e o diálogo com a Câmara, com o Senado. Perdeu completamente a sintonia das ruas com a sintonia dela e do governo dela”, declarou Otto. “Eu fui vice de Wagner, não conspirei contra ele. Leão não está conspirando contra Rui. Se o governador estiver forte, não há vice que derrube ele. Como a Dilma estava muito fraca, qualquer sopro, qualquer vento derruba um palácio”, completou.

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.