Acorda Cidade - Versão Mobile

Defesa entrega alegações finais e pede absolvição de Cláudia Cruz

Os advogados pedem a absolvição dela
15/05/2017 15h53
Foto: Marcos Oliveira (Arquivo)

A defesa de Cláudia Cruz, mulher do ex-presidente da Câmara dos Deputador Eduardo Cunha, protocolou as alegações finais do processo em que é acusada de lavagem de dinheiro e evasão de divisas na Operação Lava Jato. Os advogados pedem a absolvição dela. O documento foi protocolado no site da Justiça Federal do Paraná na sexta-feira (12). O Ministério Público Federal (MPF) pede que Cláudia pague como reparação dos danos materiais e morais causados US$ 1.061.650,00, valor mantido pela ré no exterior sem declaração, mais cerca de US$ 1,2 milhão, que seria a quantia envolvida nos crimes de lavagem. O valor, de acordo com os procuradores, foi recebido de contas do marido dela. A denúncia foi aceita pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, em junho do ano passado. De acordo com as investigações da força-tarefa da Lava Jato, Cláudia foi favorecida, por meio de contas na Suíça, de parte de valores de uma propina de cerca de US$ 1,5 milhão recebida pelo marido. Leia mais no G1.

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.