Acorda Cidade - Versão Mobile

'Não acredito', diz Luiza Maia sobre Zé Ronaldo na base de Rui

'Eu não ouvi nenhum comentário sobre isso', acrescentou
18/04/2017 10h25
Foto: Reprodução

A deputada estadual Luiza Maia, do PT, disse não acreditar na migração do prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), para a base do governo Rui Costa (PT). A informação circula há certo tempo nos bastidores, e ganhou corpo após declarações públicas do ex-governador Jaques Wagner sobre a “boa relação” com o democrata, que é aventado para se filiar ao PP e disputar uma vaga no Senado.“Eu não ouvi nenhum comentário sobre isso. Mas quem vem para o PT para somar, trazer inclusão social, dar atenção aos segmentos mais pobres da sociedade, é bem-vindo. Mas não sei, ele é um dos caciques do DEM. Rui se relaciona com todo mundo, é um republicano. Não acredito nisso não”, declarou a petista. Em entrevista àTribuna da Bahia, Zé Ronaldo desconversou ao ser questionado sobre o assunto. “Aprendi ao longo da minha vida a manter uma relação de respeito institucional com as autoridades. Tenho com Jaques Wagner, mantenho com Rui, diria até que temos um relacionamento pessoal bom, de homens e cidadãos, e mantemos realmente uma relação muito respeitosa. E com certeza isso continuará, porque sempre coloquei o interesse da administração pública acima do interesse pessoal. Agora, política nem ele falou comigo nem eu falei com ele. Em nome da Justiça e da verdade, não tratamos desse assunto”, garantiu. O democrata também adotou um tom de neutralidade ao avaliar o desempenho de Rui à frente do Executivo estadual, apontando que as obras têm diminuído por conta da crise. As informações são da Tribuna da Bahia.

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.