Acorda Cidade - Versão Mobile

PRF inicia Operação Semana Santa nas rodovias baianas

Esquema especial será montado entre esta quinta-feira e domingo.
13/04/2017 11h55
Foto: divulgação/ PRF

Acorda Cidade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou, nesta quinta-feira (13), a Operação Semana Santa. Em todo o país, a instituição direcionará esforços para reduzir o número de acidentes, feridos e mortos nas rodovias Federais no feriado prolongado. O esquema especial será mantido até as 23h59 do dia 16 de abril 2017 (domingo). Nesse período, que compreende o feriado de Sexta-feira da Paixão, o fim de semana e o domingo de Páscoa, as equipes estarão dispostas nos pontos onde há maior incidência de acidentes. Para se chegar aos pontos mais críticos das rodovias, foi realizado um estudo que levou em consideração dados estatísticos de 2014, 2015 e 2016.

O planejamento das ações da PRF nesta Operação Semana Santa levou em consideração a análise de dados estatísticos com foco no comportamento dos motoristas e nas características dos acidentes graves, ou seja, acidentes que resultem em vítima fatal ou vítimas feridas gravemente. A análise permitiu a otimização dos recursos humanos e materiais da instituição, focando a fiscalização em pontos e horários críticos para coibir comportamentos de risco como: ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e a mistura fatal de álcool e direção.

Em alguns pontos, espera-se um crescimento do fluxo superior a 50% na comparação com finais de semanas normais. A partir das 13h de quinta-feira, o movimento deve aumentar, tendência que deve se manter até a noite, quando ocorrerá a maior concentração de veículos nas rodovias.

Os planejamentos para as ações da PRF fazem parte da Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011 – 20202, lançada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e que o Brasil se comprometeu a adotar medidas para reduzir a violência no trânsito. O Brasil, assim como os demais países signatários das medidas da ONU, estipulou uma meta de redução de 50% das mortes no trânsito na década 2011-2020.

BAHIA
Na Operação Semana Santa do ano passado, aconteceram 61* acidentes nas rodovias e estradas federais da Bahia, que resultaram em 64* pessoas feridas e sete pessoas mortas. Esse resultado representou uma redução nos índices na comparação com 2015. Os esforços empregados agora, em 2017, têm o objetivo de diminuir novamente o número e a letalidade dos acidentes e garantir segurança e fluidez do trânsito aos usuários das rodovias federais.

A Bahia receberá o reforço de policiais vindos dos estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Tocantins, Alagoas, Roraima e Sergipe. Além do incremento com homens e mulheres de fora, haverá um remanejamento de servidores no âmbito da SRPRF, de maneira que os trechos com menor demanda cederão policiais para os locais mais críticos.

Dessa maneira, os locais que receberão especial atenção na Bahia são a BR 110, entre Catu e Algaoinhas; a BR 101, nos trechos dos municípios de Alagoinhas, Entre Rios, Humildes, Santo Antônio de Jesus, São Gonçalo, Cachoeira, Conceição da Feira, Muritiba, Itabuna, Eunápolis, e Teixeira de Freitas; o Anel Viário de Feira de Santana e os trechos dos municípios de Santa Bárbara e Tanquinho da BR 324.

DICAS PARA UMA VIAGEM SEGURA:
- Lembre-se que os faróis ligados são obrigatórios em rodovias, durante o dia e à noite;
- Faça uma revisão atenta no veículo antes de viajar. Verifique principalmente pneus (inclusive o estepe), palhetas dos limpadores de para-brisa e itens de iluminação e sinalização;
- Planeje a viagem, lembre-se de programar paradas em locais adequados para alimentação, abastecimento e descanso;
- Mantenha a atenção na rodovia;
- Respeite a sinalização e os limites de velocidade, eles existem para proteger a sua vida;
- Não ligue o pisca alerta com o veículo em movimento. Isso pode confundir os outros motoristas e causar um acidente;
- Aumente a distância do veículo à frente e diminua a velocidade.

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.