Acorda Cidade - Versão Mobile

Ex-funcionários tercerizados da Viabahia realizam protesto na BR-116

Devido ao protesto um congestionamento de cerca de 4 km se formou na rodovia.
12/04/2017 15h31

Acorda Cidade

Ex-funcionários da empresa Terrabrás Terraplanagem, que presta serviços para a Viabahia, realizaram uma manifestação, na manhã desta quarta-feira (12), no Km 446 da BR-116, em Santo Estevão. Eles protestaram contra atrasos de salários e falta de pagamento das rescisões.

Os manifestantes queimaram pneus para bloquear a rodovia, e devido ao protesto, que foi encerrado por volta das 8h, um congestionamento de cerca de 4 km se formou na rodovia. 

O Sindicato da Construção Pesada (Sintepav) informou que a Terrabrás alegou que a Viabahia não estaria fazendo os repasses para a terceirizada. Ao Acorda Cidade a Viabahia afirmou por meio de nota que honrou com os compromissos financeiros com a Terrabrás e que está acompanhando a situação da empresa prestadora de serviços com os seus funcionários. A concessionária disse ainda que, além de sempre cumprir com as devidas obrigações financeiras, ainda realizou adiantamentos ao empreiteiro para agilizar a realização das obras.

Leia na íntegra:

COMUNICADO VIABAHIA

A VIABAHIA Concessionária de Rodovias S/A, em resposta a este conceituado veículo de comunicação, informa que honrou com os compromissos financeiros com a prestadora de serviços Terrabrás Terraplanagens do Brasil S/A e que está acompanhando a situação da empresa prestadora de serviços com os seus funcionários.

A Concessionária reforça que além de sempre cumprir com as devidas obrigações financeiras ainda realizou adiantamentos ao empreiteiro para agilizar a realização das obras. Inclusive a VIABAHIA tem hoje valores a receber da referida empresa por conta de descumprimento contratual.

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.