Acorda Cidade - Versão Mobile

Vencedores baianos do Desafio Universitário seguem para etapa nacional

Os quatro jovens representarão a Bahia na final, em Brasília, disputando prêmios de até R$ 20 mil
20/03/2017 19h23
Foto: Divulgação/Sebrae

Danielle Cristine

Vêm do Norte ao Sul da Bahia os quatro jovens universitários que representarão o Estado na etapa nacional do Desafio Universitário em Brasília, no mês de abril. De instituições de ensino dos municípios de Ilhéus, Salvador e Juazeiro, os vencedores da etapa estadual da competição foram conhecidos neste domingo (19), em cerimônia realizada no Sauipe Resort, no Litoral Norte da Bahia. Mais de 2,2 mil estudantes se inscreveram nesta edição e cerca de 40 disputaram a final.

Após passar um ano conciliando a participação no Desafio Universitário com os últimos períodos do curso de Administração e mais o trabalho na empresa júnior da universidade, Polyana Neves de Jesus conquistou o maior destaque da noite. A estudante da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), em Ilhéus, foi premiada com o primeiro lugar da competição. “Assim como tudo que tenho feito, nas áreas acadêmica e profissional, o Desafio vai me ajudar bastante. Foi incrível, e eu me vejo na área de empreendedorismo no futuro”, planeja a vencedora, emocionada com o reconhecimento.

Com Polyana, outros três estudantes premiados comporão a equipe baiana que disputará a grande final do Desafio: Ana Paula do Nascimento, da Universidade do Vale do São Francisco, em Juazeiro (2º lugar); Marco Antônio de Faro, da Faculdade Dom Pedro II, em Salvador (3º lugar); e Stephannie Harumi dos Santos, também da UESC. Todos receberam prêmio, certificado e um smartphone.

O diretor técnico do Sebrae Bahia, Lauro Ramos, destacou a importância de fomentar o empreendedorismo no ambiente universitário. “Vemos com muita clareza que há uma inclinação muito grande para o emprego. Mas, poder descortinar um novo caminho, do empreendedorismo, é muito importante”, defendeu, lembrando que países de vanguarda têm forte incentivo ao empreendedorismo entre os jovens.

Para reconhecer esse incentivo acadêmico, o Desafio também premiou o professor Fernando Barreto Filho, da Universidade Católica do Salvador, por ser o docente com o maior número de alunos inscritos na competição. Ele explicou que os seus alunos participantes são do curso de Engenharia e foram sensibilizados sobre o tema. “Eles conseguiram ver que, com a nova engenharia e a conjuntura do País, precisavam de uma base de empreendedorismo para enfrentar os desafios (na carreira)”, contou Fernando.

Os professores mais indicados pelos finalistas também foram reconhecidos. Foram homenageados os docentes Maria da Conceição, da Universidade Salvador (Unifacs); Carlos Costa Reis, da Faculdade Pitágoras; e Silvio Bello, da Universidade Católica do Salvador (UCSal). Silvio também recebeu, representando a UCSal, reconhecimento pela maior quantidade de alunos inscritos por instituição de ensino, com cerca de 700 alunos da universidade participando da competição.

Bahia disputará final nacional em abril

Na etapa nacional, a equipe baiana concorrerá com representantes de outros Estados. As três equipes vencedoras da grande final receberão troféus e, respectivamente, R$ 20 mil, R$ 10 mil, R$ 5 mil nas três melhores colocações.

Em 2014, a Bahia venceu a etapa nacional do Desafio Universitário, com a equipe AwáBahia, formada pelos estudantes Allisson Pierre, Diego Cavalcanti, Flávia Souza e Paulo Sobrinho, que desenvolveram um aplicativo para facilitar a alfabetização de crianças que encontram dificuldades no processo de aprendizado.

Whatsapp
Google+

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.